sábado, julho 24, 2010

O BESTIÁRIO DA HIPOCRISIA

Só no zapping. Controle remoto em riste. Parei e vi Fernanda Montenegro na TV Câmara: documentário sobre a evolução do poder em nosso país.

“Como ele pôde apertar a mão do assassino da própria esposa?!”

Em seu depoimento, a atriz falava de Luís Carlos Prestes e da sua inacreditável aliança com Getúlio Vargas. A esposa, Olga Benário Prestes, conforme Fernando Morais e o novíssimo cinema brasileiro ensinaram à juventude (auxiliando, providencialmente, as inócuas lições escolares de História), faleceu num campo de concentração nazista. Presente de Vargas ao seu estimado III Reich.

E o próprio Getúlio que, em plena Segunda Guerra, teve que enfiar não sei onde o chicote, as paradas marciais e os estandartes à Mussolini! Pois é. Bastou um rosnado lá do Grande Irmão do Norte para que o nosso ditadorzinho virasse a casaca. Resultado: muitos rapazes foram parar na Itália; morreram de tiro, de frio e (novamente!) de banzo.

Cair em contradição na maior desfaçatez, apoiar hoje o inimigo mortal de ontem, trair a ideologia dos avós em troca de um “carguinho”, perdoar um bandido, enfim, reciclar para não perder o bonde corporativo figuram no bestiário que é a crônica do poder. Não é à-toa que ninguém se assombra. Todos insensíveis! Quem hoje fica indignado como a jovem Montenegro décadas atrás?

“Histórias do poder”, o documentário (em exibição, via parabólica ou web, na TV Câmara; veja neste endereço AQUI ), assombrou-me ou, melhor, fortaleceu-me a capacidade de assombramento (leia sensibilidade) em pleno desfile banalizador de picaretagens e impunidades que ainda é o cenário político nacional. Sendo assim, (e)leitor, ligue o aparelho e assista.

Chave de ouro: 69 dos 334 nomes que disputam cargos de governador e vice declararam não ter qualquer patrimônio segundo o Tribunal Superior Eleitoral. Um em cada cinco, portanto, enviou o seu atestado de indigência à Justiça Eleitoral. Pobrezinhos! Andam a pé. Moram na praça. Dependem dos homens de boa vontade. Não têm (vários informaram!) sequer uma conta bancária. Como assim? Nem para sacar a Bolsa Família!
 
____________________
Texto publicado no site de notícias BRASILWIKI  e no blogue AVASSALADORAS RIO em 25 de julho de 2010 onde o autor escreve semanalmente a coluna SURRA DE GRAVATA. Todos os direitos reservados a André Ferrer.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MINUTO A MINUTO: A Literatura nos mais importantes jornais do país. Clique na palavra-chave desejada.